quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Elisa: Love is Requited

Recebi com desconfiança o lançamento desse single da Elisa. Mais um álbum em tão pouco tempo? Aquela bomba chamada Ivy tem apenas um ano de lançamento e já vem aí "Steppin' on Water", a ser lançado em 21 de fevereiro de 2012. Bom, menos mal que as primeiras informações são de que se tratará de um álbum voltado para o mercado americano como foi "Dancing" (2008). A prévia do disco é o single "Love Is Requited", que faz  parte da trilha sonora do filme "Someday This Pain Will Be Useful to You", que traz no elenco Lucy Liu e Deborah Ann Woll (a Jessica de True Blood). A música foi composta especialmente para o filme e Elisa apenas a interpreta. É uma canção bem bonitinha, o clipe é uma graça, mas não me emociona. Espero que o álbum seja melhor.



quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Virginio - Finalmente (2011)


Finalmente é o segundo disco do jovem cantor Virginio Simonelli e o primeiro pós-Amici. Vale lembrar que o rapaz venceu a décima edição do programa televisivo supracitado. Contudo, antes mesmo de participar de Amici di Maria de Filippi, Virginio já tinha no seu currículo um álbum lançado (Virginio, 2006) e uma participação no Festival di Sanremo (Nuove proposte, 2006)
Voltando a "Finalmente", trata-se de um EP composto por sete faixas inéditas, das quais cinco levam o nome de Virginio seja na composição e/ou no arranjo. E aqui cabe uma observação sobre a vitória do cantor no Amici e a qualidade do seu disco de estreia. Durante a décima edição do Amici, e depois dela, comentei diversas vezes que julgava Annalisa Scarrone como a melhor participante, logo quem eu esperava que vencesse. Continuo pensando da mesma forma. Acho ainda que o álbum pós-Amici de Annalisa, "Nali" (2011), é superior a "Finalmente", porém o trabalho de Virginio como "cantautore" é mais consistente do que a cantora de Savona, pois a única música de Nali que foi composta por Annalisa é justamente a mais fraca do álbum, e notadamente inferior às demais. Dessa forma, sigo achando que Annalisa merecia ganhar, mas reconheço que Virginio é um jovem muito talentoso, tanto como cantor quanto como compositor.

A música que abre o disco é justamente a que o nomeia: Finalmente. Já na primeira faixa Virginio demonstra o bom interprete que é. A letra da música não é nenhuma obra-prima, mas é perfeitamente aceitável e não tem nenhuma das rimas demasiadamente batidas sobre as quais sempre falo. 

A segunda faixa trata-se de Ad occhi chiusi, música escolhida para ser o primeiro single do EP. E a escolha não poderia ser menos acertada, trata-se sem dúvida da melhor canção do disco. Digo também que é de uma das mais bonitas de todo o ano no panorama musical italiano. A interpretação de Virginio é impecável, e não o falo apenas da voz bem utilizada em agudos belíssimos. Trata-se realmente da emoção transmitida em todos os versos da música. 

Non ha importanza e A maggio cambio (escrita por Francesco “Kekko” Silvestre, do Modà), são as terceira e quarta faixas, respectivamente. São músicas boas, não se destacam como Ad occhi chiusi, mas não há nada nelas que as desabone ou interfira na qualidade do disco. 

Dolcenotte, quinta música a compor "Finalmente", é aquele exemplo de canção simples, porém com um mínimo de originalidade que aliada a uma boa interpretação resulta em uma ótima música. Sale, segundo single do disco, e sobre a qual já falei aqui, é a faixa que destoa das demais. Contudo, de uma forma benéfica. Ao contrário das anteriores, esta faixa não tem como tema principal o amor. O foco aqui é o outro muito comum aos jovens, a  liberdade. Sincero, última canção do disco, é outra que merece elogios e encerra muito bem "Finalmente". 

Acredito que o mais relevante deste EP é que ele nos mostra que ainda é possível fazer trabalhos relativamente bons tendo como público alvo os jovens e cantando sobre questões amorosas. Basta ter o mínimo de originalidade e um bom intérprete. Penso ser esse o ponto principal que diferencia este de outros jovens cantores saídos de programas televisivos, pois talvez alguém esteja estranhando o fato desses elogios a Virginio e críticas a, por exemplo, Valerio Scanu. Este tem um timbre tão bonito quanto o do Virginio, e talvez até seja mais preciso e refinado vocalmente, porém não emociona quando canta, ou seja, ainda que seja um cantor muito bom não é um intérprete de mesma qualidade. Assim, Virginio, mesmo tendo muito para evoluir, apresentou um trabalho digno de um jovem cantor e compositor que pretende trilhar um caminho no cenário musical italiano. Quem sabe o veremos no Sanremo do ano que vem, e dessa vez na categoria dos cantores já consagrados.




Melhores músicas: Ad occhi chiusi; Sincero.
Piores músicas: (não há).
Nota: 8.0

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Classifiche

Estava segurando esse post para ver como estrearia Inedito, o aguardado álbum de retorno de Laura Pausini. O álbum, lançado no último dia 11, saltou direto para o primeiro lugar na lista dos mais vendidos. Confesso que não esperava muito desse disco pois Benvenuto, primeiro single, não me agradou. Entretanto, com algumas músicas "vazadas" vi o panorama melhorar e, quando o álbum finalmente saiu, me surpreendi positivamente! Inedito tem mais a oferecer do que eu esperava. Em breve, vocês verão uma resenha detalhada.
A grande novidade do período é a volta de Laura Pausini, mas entre os vinte álbuns mais vendidos figuram também os lançamentos de Biagio Antonacci, Lucio Dalla, Gianluca Grignani e do rapper Marracash. Vamos à lista!!!

1. Laura Pausini - Inedito
2. Adele - 21
3. Coldplay - Mylo Xyloto
4. Pink Floyd - A Foot in the Door: The Best of Pink Floyd
5. Marracash - King del Rap
6. Michael Bublé - Christmas
7. Biagio Antonacci - Colosseo
8. Negrita - Dannato Vivere
9. Emma - Sarò Libera
10. Pink Floyd - Wish You Were Here 
11. Giorgia - Dietro le Apparenze
12. Justin Bieber - Under the Mistletoe
13. Jovanotti - Ora
14. Red Hot Chili Peppers - I'm With You
15. Lucio Dalla  - Questo è Amore
16. Zucchero - Chocabeck
17. Paolo Conte - Gong-Oh
18. Vasco Rossi - Vivere o Niente
19. Gianluca Grignani - Natura Umana
20. Ivano Fossati - Decadancing

Fonte: FIMI - Federazione Industria Musicale Italiana
Veja a lista completa aqui

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Giorgia: È l'amore che conta


Talvez por eu ter esperado pouco desse novo clipe da Giorgia (depois de Il mio giorno migliore não consegui ter muita esperança de ter minhas expectativas superadas) foi que ele me agradou bastante. E realmente, o mais provável é que uma cantora do gabarito da Giorgia não consiga fazer tantos trabalhos abaixo do que se espera dela. 
È l'amore che conta, ainda que tenha uma letra um pouco batida, é uma balada bem feita na qual os que, assim como eu, adoram uma voz bem utilizada e agudos de arrepiar, nada terão do que reclamar. A cantora romana mostra que o seu vozeirão continua tão potente como sempre foi. O clipe é mediano, a impressão que dá é que a ideia da passagem do tempo ao redor da Giorgia foi só para não ficar um clipe muito simples. Em alguns momentos, pareceu uma escolha equivocada, mas no geral é aceitável. 
O saldo do single é positivo, afinal é sempre bom ver que a Itália ainda tem grandes talentos, que ainda que não estejam fazendo trabalhos primorosos, não estão errando a mão.

domingo, 6 de novembro de 2011

Antonino: Chi sono


O segundo single do EP "Costellazione", do vencedor da quarta edição do programa televisivo italiano Amici, é Chi sono.
Já falei algumas vezes que adoro a voz e a interpretação do cantor. Por uma questão própria de gosto, agradam-me mais as músicas em que Antonino usa todo o seu potencial vocal. O mesmo ocorre com Giorgia, por exemplo. Em Chi sono, quem não o conhece de trabalhos anteriores pode chegar a nem se impressionar com a sua voz. Ainda assim, é uma música bacana e melhor do que muitas lançadas recentemente por outros cantores. 
Porém, o encanto mesmo fica por conta do clipe, que é de originalidade e delicadeza imensas, algo que nem sempre vemos no cenário musical italiano. Não vou detalhar muito para não estragar a surpresa de quem irá ver. Mas em síntese, fala sobre reencontrar a si mesmo e sobre o que nos faz humanos. 

sábado, 22 de outubro de 2011

Piccoline #44


Anansi: O cantor que participou do Festival di Sanremo na categoria jovem, com a música Il sole dentro, começou uma turnê pela América do Sul que inclui o Brasil. De acordo com informações do site oficial de Anansi, ele se apresentará em Curitiba e Porto Alegre, dentre outras cidades. Maiores informações no site oficial do cantor.

Alessandra Amoroso: Em dezembro, será publicado o primeiro cd-dvd ao vivo da cantora. O disco, ainda sem título, será composto de canções executadas durante a turnê do último álbum da cantora: "Il mondo in un secondo". Ainda estarão presente no álbum cinco músicas inéditas.

Le vibrazioni: O grupo lançou seu novo single Come far nascere un fiore, que antecipa o lançamento do seu "The best of". A coletânea, que inclui três inéditas, será lançada no dia 25 de novembro.

domingo, 9 de outubro de 2011

Piccoline #43


Gianluca Grignani: O cantor lança novo álbum depois de quase dois anos do elogiado "Romantico Rock Show", álbum cuja resenha você pode ler aqui. O novo trabalho se chama "Natura umana" e será lançado no final desse mês. O single que antecipa o lançamento do disco é Un ciao dentro un addio, e você pode ouvir aqui.

Laura Pausini: Mais rumores surgem sobre o novo álbum da cantora. Primeiro sobre as participações especiais no disco, que seriam de Ivano Fossati, Gianna Nannini e, a maior surpresa até então, Silvia Pausini, irmã de Laura. Seguem os títulos das músicas integrantes do álbum e os supostos duetos: "Benvenuto" / "Non ho mai smesso" / "Bastava" / "Le cose che non mi aspetto" / "Troppo tempo" (con Ivano Fossati) / "Mi tengo" / "Ognuno ha la sua matita" / "Inedito" (con Gianna Nannini) / "Come vivi senza me" / "Nel primo sguardo" (con Silvia Pausini) / "Nessuno sa" / "Celeste" / "Tutto non fa te" / "Ti dico ciao"

Tiziano Ferro: Finalmente, depois de três anos, acabou a espera por um novo álbum do cantor de Latina. O novo álbum já tem título definido: "L'amore è una cosa semplice", e está previsto para o final de novembro. O primeiro single quinto álbum de inéditas da carreira do cantor se chama La differenza tra me e te e estará nas rádios a partir do dia quatorze desse mês.

domingo, 2 de outubro de 2011

Laura Pausini: Benvenuto



Laura Pausini já foi a minha cantora preferida. É uma pena que de uns tempos pra cá, eu tenha um certo receio a cada lançamento de novo trabalho. Medo de me decepcionar, o que volta e meia acontece aliás. Assim, leitor, se você espera apenas elogios da nova música de Laura Pausini, é melhor não continuar a leitura. 
Benvenuto conseguiu algo raro, me impressionar negativamente já nos 30s de divulgação. Alguém me explica como uma cantora do porte da Lau, usa um termo tão batido como "treno verso il mare"? Na música inteira, a letra me decepcionou ainda mais... Mas ok. A melodia é boa, ainda que não seja muito diferente do que a Laura tem feito recentemente. Agora o que definitivamente me assustou foi o clipe. Sei que a atmosfera do clipe é de amor, paz e tudo mais. Mas, poxa, hippies? Em uma música com uma pegada da qual a última coisa que se esperariam eram hippies? Sem falar nos efeitos de gosto meio duvidoso. Se bem que tem uma coisa que não posso negar. Laura Pausini está mais linda do que nunca.
Agora percebo o quanto a Bru (aliás, não é à toa que existem poucas pessoas que entendam mais da Laura do que ela) foi feliz na seguinte declaração quanto fez a resenha de Primavera in Anticipo: A Laura é boa no corta-pulso! 

sábado, 1 de outubro de 2011

Ligabue: Il Peso della Valigia

E temos mais um single do Ligabue! O quinto do fantástico Arrivederci, Mostro!, único álbum a receber nota dez nas nossas resenhas, vocês lembram? O álbum é tão bom que poderia ter mais singles, mas vamos ao atual. Il Peso della Valigia é uma das minhas preferidas do disco, como vocês podem ver na resenha e, por isso, esperava um clipe no mínimo muito bomMas acabei me deparando com uma cópia do filme Menina de Ouro condensada em pouco mais de cinco minutos... Amo o filme, o clipe foi tecnicamente bem feito, mas uma música como Il peso merecia um clipe melhor, com uma concepção inédita, e não inspirada claramente em um filme famoso. Foi decepcionante, mas Liga é Liga, a música é linda e eu recomendo só por isso.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Marco Mengoni: Solo (Vuelta al ruedo)

Marco Mengoni, até algum tempo atrás, ainda não fazia parte do seleto grupo dos cantores que considero extremamente talentosos. Com a sua apresentação no Festival di Sanremo do ano passado, ele subiu consideravelmente no meu conceito. Mas ainda assim, confesso que fiquei absolutamente surpresa com o seu novo single, Solo (Vuelta al ruedo), lançado no início desses mês. Depois da divulgação de novos trabalhos de alguns dos cantores ditos consagrados ter me desanimado um pouco, Marco Mengoni me alegrou e muito com a sua nova canção. Aliás, nem preciso dizer o quanto recomendo a audição dessa música. Solo (Vuelta al ruedo) é original, intensa e profunda. Na sua letra, nada de frases batidas como "fare l'amore sotto la luna" ou "treno verso il mare", mas sim utiliza a metáfora de um touro em uma tourada, que está sozinho em uma situação adversa.
O clipe também é digno de elogios, uma prova de que a dança pode contar uma estória e muito bem.
Enfim, estou apenas aguardando ouvir o álbum completo, para por definitivamente Marco Mengoni na minha lista dos cantores extremamente talentosos. Falta pouco!

sábado, 17 de setembro de 2011

Andrea Bocelli feat. Helena Hellwig: L'abitudine

Respondendo a dúvida do leitor Max, compartilharemos hoje mais um dueto. Primeiro, vamos à mensagem do Max.

"Vocês sabem quem realmente faz dueto com Andrea Bocelli na música L'abitudine? É Helena Hellwig ou Anna Tatangelo? Ou há uma versão para cada uma?"

O dueto L'abitudine é com a Helena Hellwig, e integra o álbum "Cieli di Toscana", publicado pelo cantor no ano de 2001. A versão com a Tatangelo não existe. E esse não é o primeiro dueto do Bocelli que as pessoas pensam ser com outra cantora. Ainda tem muita gente que pensa que Vivo per lei é interpretada por Laura Pausini, quando na verdade é com a Giorgia. E olha que as vozes das duas são bem diferentes. Já essa dúvida Helena Hellwig/Anna Tatangelo, que aliás não é só do Max, é bastante compreensível pois as vozes das cantoras são realmente parecidas.
Aproveitamos para compartilhar o clipe de L'abitudine.

terça-feira, 13 de setembro de 2011

J-Ax: Meglio prima

Excelente!
Preferi começar esse post dando a minha opinião sobre Meglio prima, atual single do álbum "Meglio prima (?)". Escrito desse jeito mesmo, com o ponto de interrogação.
Para mim J-Ax (Alessandro Aleotti), que para quem não sabe é irmão do Grido (Gemelli DiVersi), é um dos melhores rappers da Itália, se não o melhor. E toda a competência do ex-integrante do Articolo 31 pode ser conferida na música sobre a qual falamos hoje.
Meglio prima é essencialmente uma música de J-Ax, logo, ao contrário do que o título poderia dar a entender, não se trata propriamente de uma música nostálgica. Antes de tudo, a canção é uma resposta aos que criticaram o rapper alegando que ele próprio era melhor antes, mais especificamente na época do Articolo 31. A resposta, tanto para os questionamentos na música quanto para o da crítica, é a mesma: as coisas não mudaram tanto afinal.
Além da letra ser ótima, tudo nesse single merece elogios, incluindo o clipe e especialmente a melodia. É muito difícil não se empolgar com a música!
Por isso, esse é o um dos clipes que tem a visualização mais recomendadas dos últimos tempos no blog. Não deixe de conferir!

sábado, 10 de setembro de 2011

Micaela: La mia età

La mia età é o single que, com certo atraso, sucede Fuoco e Cenere, música defendida pela jovem e talentosa cantora no Festival di Sanremo desse ano. O EP de Micaela é bom (ainda pretendemos falar mais detalhadamente dele), e o é mais por mérito da própria cantora do que pelas canções. Felizmente, a seleção do single foi certa, pois La mia età era, de fato, uma das melhores opções para ser single. A música é boa, cabe ressaltar que apesar do vozeirão, Micaela completou apenas 18 anos nesse ano. E como já se esperava a música fala de temas da juventude. Por isso, achei a ideia do clipe bastante equivocada. Para que toda essa atmosfera vintage? Nem preciso falar mais nada...
Assim sendo, esse será mais um dos clipes que mesmo não sendo espetaculares, recomendamos a audição simplesmente por se tratar de uma voz que merece ser ouvida. Boa audição!

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Syria: Sbalzo di colore

Estávamos devendo esse clipe já há algum tempo. Nós do blog consideramos Syria uma caixinha de surpresa, uma cantora que consegue fazer tanto trabalhos ótimos como algumas bombas também. Assim, não sabíamos o que esperar desse novo trabalho da cantora. Sobre a música, é boa, com um refrão um pouco fraco é verdade, mas o saldo ainda é positivo.
Sobre o clipe, a primeira coisa que pensei foi: Ué? Reaproveitaram o fundo do clipe da Giusy?  Aliás, ambos foram publicados nas respectivas páginas no youtube no mesmo dia. Coincidências à parte, o clipe da Syria tem a cara da cantora, que já tem vários clipes um tanto quanto irreverentes no seu repertório, é só lembrar de Se tu non sei con me, no qual a cantora está fantasiada de ninguém menos do que Mulher Maravilha.
Voltando a Sbalzo di colore, ele é alegre, engraçado, e como já era de se esperar, colorido. Enfim, um clipe descolado como a própria Syria.

domingo, 4 de setembro de 2011

Piccoline #42

Giorgia: Surgem mais informações sobre o próximo álbum da cantora, que será lançado no dia 6 de setembro. Dentre outras músicas, "Dietro le apparenze" contará com músicas escritas por Jovanotti, Marina Rei e ainda um dueto com Eros Ramazzotti.

Marco Masini: Niente d'importante é o título do novo single do cantor. A música já está tocando nas rádios italianas desde o dia 2 de setembro, e antecipa o lançamento do próximo álbum de Masini. O novo disco se chamará "Marco Masini" e tem seu lançamento previsto para o final do mês.

Marco Mengoni: Outro cantor chamado Marco teve uma nova música lançada no dia 2 desse mês. Marco Mengoni, vencedor de uma das edições do programa televisivo italiano X-Factor e participante do Festival di Sanremo de 2010, antecipa o lançamento do seu próximo álbum com o single intitulado Solo.

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Estaria Laura Pausini grávida?

Não somos de publicar rumores por aqui, mas como esse em questão, se verdade, deixaria muitos fãs da cantora italiana felizes resolvemos compartilhar.
O colunista de entretenimento Léo Dias informou no começo do mês que Laura Pausini estava grávida. Disse também que não adiantaria procurar em nenhum outro lugar do mundo, porque só ele tinha aquela notícia. Confesso que no começo, nós do blog não ligamos muito, pois inúmeras foram as vezes que a imprensa disse que Laura estava grávida. Contudo, quando soubemos que "Benvenuto" era o título do single que anteciparia o próximo ábum da cantora, começamos a pensar que esse boato poderia ter um fundo de verdade. Só que a verdade mesmo, só o tempo dirá! Vamos aguardar...

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Classifiche


Classifiche de volta, minha gente! E com surpresa! 
Vasco Rossi retomou o primeiro lugar que tinha perdido para Lady Gaga, Jovanotti assumiu o segundo e o Modà continua com um excelente terceiro lugar. A surpresa foi ver a brasileira Maria Gadú na quarta posição, desbancando inclusive o mega sucesso "21", da Adele! Quase não acreditei quando a Thay me mostrou! Não sou grande fã da cantora, mas confesso que gostei de vê-la na lista. Na ocasião, a Thay comentou que "seria bom ver o inverso: um jovem cantor italiano entre os mais vendidos no Brasil". Concordo, seria maravilhoso, mas acho tão difícil. Aqui tudo acaba dependendo da exposição da música em uma novela (da Rede Globo, principalmente), como foi o caso do Tiziano Ferro no início de sua carreira, quando explodiu com sua ótima "Imbranato", catapultada pelo sucesso na novela Mulheres Apaixonadas. Duvido muito que ele obteria o mesmo se a música não fizesse parte da trilha da novela. 
Mas, voltando aos álbuns mais vendidos na Itália, temos o "Arrivederci, Mostro!" do Ligabue novamente nas primeiras posições, mesmo já estando na lista há 64 semanas!! E tem mais: entre os vinte álbuns mais vendidos cinco são do Liga. Além desses, o cantor de Correggio tem outros cinco álbuns na lista completa: Miss Mondo, em 65º;  Nome e Cognome em 72º; Ligabue em 74º; Buon Compleanno Elvis em 82º e Lambrusco, Coltelli, Rose e Pop Corn em 93º. É quase a discografia completa dele! 
Agora vamos à lista!

1. Vasco Rossi - Vivere o Niente
2. Jovanotti - Ora
3. Modà - Viva I Romantici
4. Maria Gadú - Maria Gadú
5. Ligabue - Arrivederci, Mostro!
6. Adele - 21
7. Lady GaGa - Born This Way
8. Gianna Nannini - Io e Te
9. Zucchero - Chocabeck
10. Ligabue - Secondo Tempo
11. Vinicio Capossela - Marinai, Profeti e Balene
12. Ligabue - Sette Notti in Arena
13. Raphael Gualazzi - Reality and Fantasy
14. Caro Emerald - Deleted Scenes From The Cutting Room Floor
15. Ligabue - Primo Tempo
16. Amy Winehouse - Frank
17. Alessandra Amoroso - Il Mondo In Un Secondo
18. Ligabue - Su e Giù Da Un Palco
19. Subsonica - Eden
20. Mario Biondi - Change of Scenes

Fonte: FIMI - Federazione Industria Musicale Italiana

Lista completa aqui

domingo, 7 de agosto de 2011

Antonino: Costellazioni

Começo esse post sendo repetitiva e dizendo o quanto eu adoro o Antonino. Novamente comento que, de todas as dez edições do reality show "Amici", para mim, ele foi o melhor cantor revelado*. Depois dessa declaração, vamos falar de Costellazioni, single que antecipa o lançamento do terceiro cd da  carreira do cantor e primeiro produzido sob os cuidados de Mara Maionchi.
Até hoje não ouvi nenhuma música que não ficasse boa quando Antonino a interpreta. Digo isso não apenas das músicas que integravam seus álbuns anteriores, mas também das suas apresentações ao vivo no programa Amici e também dos covers, que incluem, só para citar, Halleluja e E penso a te. Para mim, o timbre do Antonino é um dos mais fantásticos da Itália, atualmente. Assim, logicamente gostei de Costellazioni.
Porém, felizmente, não foi só a presença da voz de Antonino que me fez gostar da música, ela é muito "escutável", traduzindo um termo muito utilizado quando se fala de música na Itália, correta e tem um toque mais jovial, que não existia nas músicas anteriores do cantor. Espero ansiosa o lançamento do álbum cantor. Só torço para que no disco existam músicas mais lentas, como Resta come sei, e as r'n'b, como Un'ultimo brivido, pois é nelas que Antonino mostra toda a potência da sua voz.


* Digo de cantores homens, pois como já falei nesse post, Annalisa é a minha preferida de todas as edições.

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Piccoline #41

Giorgia: Já foi definido o título do próximo álbum de inéditas da cantora romana. A publicação, que será lançada no dia 6 de setembro, e chamará "Dietro le apparenze". Para ver o clipe de Il mio giorno migliore, primeiro single do álbum, clique aqui.

L'Aura Abela: Já informamos, meses atrás, que o último trabalho da talentosa cantora seria dividido em dois EPs. O primeiro, "Sei come me", foi lançado em outubro do ano passado. No dia 29 do mês passado começou a ser transmitido pelas rádios italianas Gira l'estate, single que precede o segundo EP.  O disco está previsto para ser lançado no outono italiano. Neste trabalho a cantora novamente não está utilizando o seu sobrenome...

Marco Menichini: O cantor, que participou da seção "Giovani" do Festival di Sanremo desse ano, lança seu primeiro disco, um EP intitulado "Capitolo Primo", que contém, dentre outras Tra tegole e cielo (música interpretada no Sanremo), Inevitabile (primeiro single extraído do álbum) e uma cover de Biagio Antonacci.

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Le Strisce: Londra

A banda napolitana formada por cinco estudantes universitários ficou por um triz de participar da última edição do Festival di Sanremo na categoria Giovani com a música Vieni a vivere a Napoli. Muita gente criticou o resultado que impediu a participação da banda, inclusive os próprios integrantes do grupo. Na ocasião, não achei tão injusto assim o resultado, pois a banda não me conquistou com aquele single. Já com Londra, atual single dos rapazes, a história é bem diferente.
Londra é uma canção realmente boa, daquelas que conquistam já na primeira audição e, na minha opinião, bem melhor que Vieni a vivere a Napoli. Destaco que o vocalista tem tudo para ser um dos grandes da Itália, pois desde já não fica muito atrás de grandes nomes como Giuliano Sangiorgi (Negramaro) e Kekko (Modà).
Sobre o clipe, não me estenderei muito, mesmo porque não gostei. Como Le Strisce ainda não é muito conhecida do público italiano, acho que eles não poderiam desperdiçar a oportunidade de aparecer em um clipe e assim poder facilitar que as pessoas relacionem a música com os integrantes da banda.
A audição é super recomendada!

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Giorgia: Il mio giorno migliore

O retorno de Giorgia, nos últimos meses, era um dos mais aguardados no cenário musical italiano. Depois de lançar uma coletânea com os melhores sucessos da carreira, a cantora foi mãe pela primeira vez e depois do fato até gravou uma canção de ninar com Elisa, também recente mãe de primeira viagem. Vale lembrar também que o último trabalho de inéditas da cantora, Stonata (2007), não foi muito bem recebido pela crítica italiana, e com razão, pois o disco é bem inferior ao que ela pode oferecer.
Pois bem, Il mio giorno migliore é o single que antecipa o lançamento do próximo álbum de inéditas da cantora. A música é boa (daquelas grudam), mas, particularmente, prefiro a Giorgia das baladas românticas do que a Giorgia dance. Contudo, é uma questão de gosto.
Agora, sobre o clipe achei muita informação, muito excesso e tudo sem muita ligação. Enfim, faltou o refinamento que já observamos em muitos clipes anteriores da cantora. Agora, é esperar o álbum, com lançamento previsto para setembro.

terça-feira, 12 de julho de 2011

Sugestões para a Itália no Eurovision2012

Como já mencionamos aqui, o ano de 2011 marcou o retorno da Itália a um dos festivais musicais mais importantes do mundo, o Eurovision Song Contest. Como não somos especialistas no Festival, recomendamos que os leitores visitem o super atualizado JanelaESC, que traz informações em português sobre o evento.
Respondendo o pedido da Equipe do JanelaESC, fizemos uma relação de 10 bons representantes italianos para a próxima edição do evento. A lista você pode conferir clicando aqui.
Sentiu falta de alguém? Deixe sua opinião nos comentários!

terça-feira, 5 de julho de 2011

Virginio: Sale

O atual vencedor do programa televisivo "Amici di Maria de Filippi" lançou seu novo single: Sale. A canção integra o álbum "Finalmente", o segundo disco da carreira de Virginio e o primeiro pós-Amici. O primeiro single desse álbum foi Ad occhi chiusi.
Sale é uma boa música, e sem dúvida uma boa opção para single. Ressalto, contudo, que o disco de Virginio é muito bom, logo seria muito díficil escolher uma música de trabalho ruim. Aliás, falaremos mais do disco em breve. Por ora, compartilhamos o clipe de Sale. Vale a pena dar uma conferida.

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Studio 3: Scelgo te

E a boy band italiana volta em 2011. Mas ainda dá para chamar Studio 3 de boy band, se considerarmos esse termo relacionado a um pop meloso e despretencioso? Os meninos estão flertando cada vez mais com o rock. O que, entretanto, não é ruim, depois da estranha Non deve mancare, os meninos parece que acertaram a mão e as músicas desse estilo lançadas desde então tem uma audição mais agradável.
Sobre Scelgo te, considero-a uma música boa, especialmente porque os meninos do grupo continuam utilizando muito bem as suas bonitas vozes. Contudo, não tem o impacto que os seus primeiros sucessos (Solo te, Forse un angelo) tinham. O clipe é bem feito e o diferencial é o Parkour. No geral, recomendo a audição para os que ainda não conhecem o grupo.

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Raf: Un'emozione inaspettata

Raf (Raffaele Riefoli, 1959) é um dos cantores com um dos timbres mais particulares do cenário musical italiano. Não à toa, o cantor já tem uma carreira com mais de 25 anos e 14 álbuns lançados. O último álbum lançado pelo cantor foi "Numeri", cujo primeiro e atual single é Un'emozione inaspettata. Sobre a música, obviamente ela tem o padrão de qualidade que se espera de um cantor como o Raf. 
O clipe, contudo, surpreendeu positivamente. É provável que logo surjam, ou talvez já tenham surgido e eu não saiba, comentários sobre um cantor de outro país que fez um clipe semelhante. Por isso não direi que ele é um clipe totalmente original, mas no atual panorama italiano Un'emozione inaspettata tem um argumento que difere dos demais. Sem falar no quanto o clipe é refinado. Fica mais interessante ao pensar que o cenário de todo o clipe é apenas um quarto. Confiram, vale a pena!

sábado, 18 de junho de 2011

Piccoline #40

Alessandra Amoroso: O atual single da cantora é Dove sono i colori, extraído do último álbum da cantora "Il mondo in un secondo". Clique aqui e confira o clipe.

Giorgia: A cantora em breve lançará um novo álbum. O último foi "Spirito Libero - Viaggi di Voce 1992-2008", coletânea com os seus grandes sucessos e algumas inéditas, cuja resenha você pode ler aqui. O single que antecipa a publicação do disco é Il mio giorno migliore, é possível escutá-lo clicando aqui.
Zucchero: Vedo Nero é o terceiro single do ótimo álbum "Chocabeck". Esperava um clipe melhor e menos apelativo para alguém como Zucchero. Mas ok, o cantor ainda tem créditos com a gente. Para ver o clipe, clique aqui.

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Jovanotti: Il più grande spettacolo dopo il Big Bang

O terceiro single extraído do elogiadíssimo "Ora", é Il più grande spettacolo dopo il Big Bang, música que aliás foi elogiada pela Bru na seção Classifiche: I commenti que tratou do álbum.
Sobre o clipe, depois do surreal Tutto l'amore che ho e do intenso Le tasche piene di sassi, temos um clipe mais comum, cenas de show salpicadas com um ou outro efeito especial, tudo em uma atmosfera feliz e até mesma romântica, pois várias são as cenas de casais (e não apenas os heterossexuais) se beijando. Muito oportuno já que "o maior espetáculo depois do Big Bang" se refere  ao amor: "Il più grande spettacolo dopo il Big Bang siamo noi, io e te".
Ora mostra que, como já se esperava, é um álbum de altíssima qualidade, pois os três primeiros singles dele extraídos foram ótimos. A dúvida que fica é quantos mais serão, pois em um álbum normal de inéditas são retirados aproximadamente três singles, mas e quando se trata de um álbum duplo de inéditas como "Ora"? Resta esperar de que outras formas Jovanotti era mostrar que sabe fazer ótimos clipes
.

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Classifiche: I Commenti #5 - Jovanotti x Modà















Jova tem moral. Começo assim porque Ora é um projeto altamente inusitado, louco mesmo, o encarte é qualquer coisa pra lá de desvairado, mas o álbum é muito bom. Muito mesmo. Nunca tinha prestado muita atenção no cantor, ouvia e gostava uma música ou outra, mas nunca tinha parado para ouvir um disco inteiro. Acabei ouvindo Ora para fazer esse post e tudo que posso dizer é que amei o resultado inusitado, gostoso, alegre, dançante, com altas doses de música eletrônica. E mais, ao lançar um álbum duplo de inéditas e ocupar com ele os primeiros lugares entre os mais vendidos Jovanotti humilhou quem anda vivendo de lançar EPs e coletâneas. Enfim, álbum recomendadíssimo. Ouça sem parar o primeiro single Tutto L'Amore Che Ho, o segundo, Le Tasche Pieni di Sasse, Ora, L'Elemento Umano e o novo single, Il Più Grande Spettacolo Dopo il Big Bang
Mas os rapazes do Modà também andam com moral. Desde o Festival di Sanremo que o novo disco deles, Viva I Romantici, não sai dos primeiros lugares, tendo inclusive liderado a lista de mais vendidos por um tempo, conforme comentei no último Classifiche. Eu não conhecia o grupo até a participação em Sanremo, a qual não apreciei pela simples presença da cantora Emma. Quem acompanha o blog sabe que eu não a suporto. Contudo, admito que a versão trio, com Francesco Renga, teve seu valor porque Renga é A VOZ. Sim, mas o objetivo aqui é falar do cd, e Viva I Romantici me surpreendeu positivamente. Gostei muito do disco. Ok, não acho que seja uma obra-prima, mas é bastante agradável, Kekko canta bem, as músicas são boas e bem variadas, indo das baladinhas ao pop-rock com desenvoltura. Enfim, é um bom álbum, que não enjoa facilmente. Estou pensando até em fazer uma resenha. E, claro, ratifico a opinião da Thay que, apesar de gostar da Emma, acha que seria melhor para o Modà ter ido para Sanremo sem a cantora. Pois é, Arriverà é bem melhor na versão solo. Além dela, recomendo Tapetto di Fragole, Tutto Non è Niente e L'Amore È Un'Altra Cosa.

domingo, 12 de junho de 2011

Laura Pausini no Brasil... em 2012!

Anotem na agenda, a data informada como a que a Laura fará show no Brasil, mais especificamente em São Paulo, é 21 de janeiro de 2012 (cai em um sábado, para quem já está pensando em fazer planos). Essa é a data de abertura da turnê latinoamericana do seu próximo álbum, que será lançado em 11 de novembro de 2011, como já anunciamos aqui.

A turnê nos países latinos continuará com shows na Argentina, Chile, Peru, Venezuela, Costa Rica, República Dominicana e México.

No show do Brasil, quem vai?

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Giusy Ferreri: Piccoli dettagli

Piccoli detagli é o segundo single extraído do álbum "Il mio universo", o primeiro foi a música defendida no Sanremo desse ano, Il mare immenso. A música, que está agradando na Itália, também me agradou. Não a ponto de amar, mas é uma bela música, e penso eu, teria sido uma escolha mais acertada para o Festival.
O clipe me surpreendeu, não pela originalidade, pois não o é, mas por ser "clean" para os parâmetros Giusy. O vestuário da Giusy, bom... é o vestuário habitual da Giusy. O saldo do clipe é positivo, e só ajuda a recomendarmos a audição da música!


quarta-feira, 8 de junho de 2011

Classifiche

Já faz tempo que não posto uma Seção Classifiche, não é mesmo? Como vocês viram no Classifiche anterior, o Modà mantinha-se em primeiro lugar, mas Vasco Rossi lançou disco novo e imediatamente tomou a posição do grupo. Bom, só que aí veio Lady GaGa com seu Born This Way e roubou a primeira posição da lenda italiana! Adorei, mas isso não vem ao caso. 
Jovanotti continua indo bem e agora ocupa o sexto lugar. Paolo Meneguzzi, de quem a Thay falou aqui recentemente, entra na lista ocupando o 18º lugar, enquanto a ótima estreante Annalisa, que já esteve em segundo lugar, caiu para o décimo nono com seu álbum Nali. Só lamento muitíssimo a ausência da também estreante Micaela. Vocês já nos viram falar dela na época do Festival di Sanremo e ainda falaremos mais, mesmo ela não tendo conseguido ficar nem entre os cem mais vendidos. Agora vamos à lista?

1. Lady GaGa - Born This Way
2. Vasco Rossi - Vivere o Niente
3. Vinicio Capossela - Marinai, Profeti e Balene
4. Modà - Viva I Romantici
5. Blind Fool Love - Il Pianto
6. Jovanotti - Ora
7. Gianna Nannini - Io e Te
8. Mango - La Terra Degli Aquiloni

9. Jennifer Lopez - Love?
10. Raphael Gualazzi - Reality and Fantasy
11. Adele - 21
12. Ben Harper - Give Till It's Gone
13. Raf - Numeri
14. Zucchero - Chocabeck
15. Negramaro - Casa 69
16. Caparezza - Il Sogno Eretico

17. Sade - The Ultimate Collection
18. Paolo Meneguzzi - Sei Amore Best Of
19. Annalisa - Nali
20. Daniele Silvestri - S.C.O.T.C.H.


Fonte: FIMI - Federazione Industria Musicale Italiana

Lista completa aqui

Piccoline #39

Malika Ayane: Um ano após o lançamento de "Grovigli", cuja resenha você pode ler aqui, a cantora anunciou que já começou a trabalhar no seu novo álbum. Esperamos que seja melhor do que antecessor. E repito: sem pressa, Malika.... sem pressa.

Raphael Gualazzi: Parece que Gualazzi sabe mesmo conquistar os críticos musicais. O cantor ficou com a terceira colocação no Eurovision Song Contest desse ano, aliás eu já esperava uma boa música por causas "políticas" (a Itália retornou ao Festival depois de vários anos ausente). Contudo, foi ele, com sua Madness of love, quem venceu o prêmio dado pelo júri técnico. Para quem não sabe, Madness of love é a mesma Follia d'amore com a qual ele venceu o Sanremo na categoria jovem, apenas com umas estrofes em inglês.

Serena Abrami feat. Max Gazzè: O novo single da cantora, que também conhecemos na categoria Giovani do Sanremo desse ano, se intitula Scende la pioggia (da un'ora) e conta com a participação de Max Gazzè. O interessante é que concomitantemente a sua participação ao Festival di Sanremo a cantora lançou seu primeiro EP, composto por inéditas e Scende la pioggia (da un'ora) não faz parte da publicação...

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Bandas italianas #1: Subsonica

Fazia algum tempo que pensava em fazer uma série de posts sobre as bandas italianas, especialmente as de rock, porque sim, na Itália tem rock! Eu achava que é mais fácil comentarmos sobre cantores solistas aqui, pois temos a seção Buon compleanno, e as bandas estavam ficando de lado. Estavam. O mais do que fofo e-mail da Debora, que se declarou leitora assídua do blog, foi o incentivo necessário para começarmos essa nova seção. A Debora sugeriu que falássemos da banda de Turim, Subsonica. Fiquei surpresa ao notar que uma banda que tem músicas que eu amo ainda não tinha recebido o destaque merecido aqui no blog. Pois bem, falaremos de Subsonica.
O rock da banda, fundada em 1996, é classificado como alternativo. Durante a sua carreira já lançaram seis álbuns em estúdio, sendo o primeiro intitulado "SubsOnicA" (1997) e o mais recente "Eden" (2011); uma coletânea ("Nel vuoto per mano", 2008); três álbum live ("Coi piedi sul palco", 1998; "Controllo del livello di rombo", 2002; "Terrestre live e varie altre disfunzioni", 2006); e dois DVDs ("Cielo Tangenziale Ovest", 2004; "Be human: Cronache Terrestri - Tour 2005", 2006).
A atual formação do grupo é: Samuel (voz principal), C-Max (guitarra e voz), Boosta (teclado e voz), Ninja (bateria) e Bass Vicio (baixista).
Para quem ainda não conhece Subsonica ou mesmo para quem quer matar a saudade, compartilharemos dois vídeos. O primeiro, o meu preferido da banda, Vita d'altri (2005) e o outro a recomendação da leitora Debora e penúltimo single da banda Istrice (2011).

Vita d'altri

 
Istrice
 

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Paolo Meneguzzi: Sei amore

Paolo lançou um the best of dos seus quinze anos de carreira (aliás, pasmem, o cantor já tem 34 anos). O álbum é composto por dezoito faixas, dessas sendo dezesseis sucessos da carreira do cantor e duas inéditas. Sei amore é uma das inéditas e foi escolhida como primeiro single deste álbum, a outra é Love. O cantor seguiu a atual moda dos cantores italianos (Tiziano Ferro, Jessica Brando, apenas para citar alguns) e lançou uma biografia. Na verdade, o livro, intitulado "Si o No? Questo è il problema", é uma mistura de biografia e romance. Segue o clipe de Sei amore, sobre a música... É uma típica música de Meneguzzi. Se você curte o trabalho do cantor, tem grandes chances de gostar. Se não, acho bem díficil se encantar pela música...


terça-feira, 31 de maio de 2011

Dica do Leitor #7 - Chiara Civello

Já abro o post comentando que a italiana Chiara Civello não é uma das cantoras favoritas de nenhuma das três colaboradoras do blog, contudo diante do e-mail da nossa leitora Carolina, fomos atrás de um clipe da cantora para compartilhar com vocês! Aproveitamos o nosso gosto por duetos e escolhemos o bom dueto "Resta", música interpretada pela Chiara Civello e a brasileira Ana Carolina. Compartilhamos também o comentário da leitora Carolina sobre a cantora italiana:
"Cantora, Compositora e pianista, Chiara Civello nasceu em 15 de Junho de 1975 em Roma, Itália. Letras poéticas e harmonias surpreendentes são apenas uma parte da receita que tornam as músicas da Chiara irresistíveis. Suas composições têm influências claras de Jazz e Blues. Em 2009, Chiara Civello fez um dueto com Ana Carolina na canção Resta no cd N9ve e no Dvd Multishow Registro Ana Car9lina+um. Já está nas lojas o terceiro álbum, 7752, da nossa amada Chiara Civello."


Atualização 01.06.2011 - Comentário da Leitora Socorro

"Li  "Música Italiana" o blog de quem ama a música italiana e não poderia deixar de comentar.
Vi o Show de Chiara Civello no Tom Jazz/São Paulo nos dias 20 e 21 de maio de 2011 e fiquei completamente apaixonada, já havia comprado o seu CD 7752, mas após o Show realmente fiquei muito mais fã. Parabéns, a música italiana é linda, emocionante, apaixonante e o talento de Chiara é excepcional, além de ser muito bela. Amei as músicas interpretadas por ela no Show (em Italiano, Inglês e Português): L Train, El Mundo, If You Ever Think Of Me, Simplesmente Aconteceu, Resta, A namoradinha de um amigo meu, etc. O violão, a guitarra e o piano executado por ela é um luxo, elegantemente tocado. É uma artista completa compõe, toca e interpreta com a alma. Um abraço Socorro Freitas
"

domingo, 22 de maio de 2011

Dueto: Basta così - Negramaro feat. Elisa

Adoramos duetos, tanto que temos uma seção dedicada apenas a eles no blog. Sempre que aparece um bom novo dueto procuramos compartilhar aqui. O dueto da vez é o da música Basta così que tem a participação de Elisa, e está presente no atual álbum da banda, "Casa69". Vale lembrar que no penúltimo disco de Elisa, Heart (cuja resenha você pode ler aqui), já houve um dueto, Ti vorrei sollevare, da cantora e Giuliano Sangiorgi (vocalista da banda). Pelo jeito a parceria deu certo.
Sobre o clipe, ele dividiu opiniões dos fãs da banda e da cantora. Há os que gostaram do vídeo que tem como seu diretor o jovem Paolo Marchione. Mas também há os que desgostaram, como eu. O que me desagradou foi que em um clipe de um dueto, o que mais me interessa é a interação entre os cantores, e este é um clipe de dueto que não aparece nenhuma das duas partes.
E vocês, leitores, o que acharam?


quarta-feira, 11 de maio de 2011

Listas #5 - Novas versões para grandes clássicos da música italiana

Sempre que falamos do blog, procuramos logo deixar claro que se trata da música italiana "atual". Aliás, a ausência de um blog que tratasse do tema foi o que nos motivou a fundar o Música Italiana. Assim, o nosso foco é a música do país da bota de hoje. Contudo, sabemos que existem clássicos que são atemporais, como Nel blu di pinto di blu, por exemplo.

Por isso, a lista de hoje une o passado e o presente da Itália. Trata-se de uma seleção de cinco novas versões de grandes clássicos italianos interpretados por cantores da "atualidade", que tem nomes desde os já consagrados Laura Pausini e Eros Ramazzotti a jovem Malika Ayane. Confira!

1. Laura Pausini e Eros Ramazzotti - Nel blu dipinto di blu (1958, Domenico Modugno)

Não é todo mundo que reconhece essa música pelo seu real título, mas quando se fala em "Volare", não há quem nunca tenha escutado o seu refrão. No Sanremo de 2006, Laura Pausini e Eros Ramazzotti fizeram um lindo dueto da música orignalmente vencedora do Festival di Sanremo do ano de 1858. Ah, a gente nem liga que a Laura "entrou" errado na música. A interpretação é maravilhosa mesmo assim.




2. Malika Ayane - La prima cosa bella (1970, Nicola di Bari)
O leitor mais assíduo sabe que já falamos dessa música aqui, porém ela não poderia ficar de fora dessa lista. A nova versão da música na voz da cantora Malika Ayane foi lançada em 2010 e faz parte do álbum "Grovigli".




3. Antonino - E penso a te (1970, Mogol-Battisti, Bruno Lauzi foi seu primeiro intérprete)
Muitos dos grandes clássicos da música italiana foram escritos por Mogol e Battisti, por isso pelo menos um deles deveria compor a lista. Antonino regravou essa canção e a publicou no seu álbum de estreia, "Antonino" (2006). Outra regravação que merece nota é a realizada por Ornella Vanoni em 1986.





4. Aram Quartet - Per Elisa (1981, Alice - primeira intérprete)
A música, também vencedora do Sanremo, que tem como compositores Alice e Battiato, tem na sua letra o oposto da canção homônima de Beethoven. Esta Elisa é uma amante que toma os companheiros de outras mulheres, e nem ao menos é bela. A interpretação de Alice é incrível como se pôde ver no Amiche per l'Abruzzo, mas os rapazes do Aram Quartet (vencedores da primeira edição do X Factor italiano) não fizeram nem um pouco feio no cover de 2008.




5. Dolcenera - Sei bellissima (1975, Loredana Berté - primeira intérprete)
Que Loredana Berté interpreta como poucas é um fato. Mas a interpretação de Dolcenera no MusicFarm de 2005 foi um show a parte, e rendeu elogios da própria Berté que também participava do reality. A música faz parte do álbum Un mondo perfetto (2005), que além deste conta com outros covers como Pensiero stupendo (1978, Patty Pravo) e Lulù & Marlene (1989, Litfiba).

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Annalisa: Diamante lei e luce lui

Já falamos inúmeras vezes do programa Amici aqui. Mas não é por acaso, leitores. O fato é que não dá para ignorar que a cada edição do programa, pelo menos dois novos nomes surgem na música italiana. E não 'surgem' timidamente, fazem-no já entrando na lista dos mais vendidos na Itália. Bons nomes saíram de lá, como Antonino Spadaccino, Roberta Bonnano, Marco Carta e Alessandra Amoroso. Contudo, mesmo achando Antonino e Roberta Bonnano incríveis, acredito que a melhor participante de todas as dez edições é Annalisa, que ficou com o segundo lugar na última edição do programa.

 

Também já escrevemos um número considerável de posts sobre Annalisa, que nos agradou desde a sua primeira audição, e certamente continuaremos tendo a jovem cantora de Savona como tema de várias postagens futuras. Por esse motivo, agora não comentarei mais sobre Annalisa, mas sim sobre Diamante lei e luce lui, o primeiro single retirado do ep de estreia da cantora, intitulado "Nali". A música é boa, ainda que com a uma letra simples. Contudo, a letra da música me lembra Lui e Lei de Paolo Meneguzzi. Entretanto, a melodia é completamente diferente. O disco "Nali", que já escutei e será resenhado em breve, é repleto de ótimas faixas que poderiam ter sido um single de estreia melhor.
O clipe também não favorece muito, simplesmente por não ter nada de mais. Se bem que é compreensível, pois o intuito pode ser fazer o público que não acompanha o programa Amici, relacionar a voz de Annalisa ao seu rosto. De qualquer forma, esperávamos mais...
Mesmo com esses pontos não tão positivos, recomendamos muito que o leitor veja o clipe de Annalisa. Pelo simples fato de que a bela voz da cantora compensa todos os pontos negativos levantados aqui.

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Dolcenera: Il sole di domenica

De antemão, aviso aos leitores que quiserem ler informações sobre o videoclipe de Il sole di domenica tal como idealizado pela Dolcenera e por seu sttaf, cliquem aqui e vejam o post sobre o primeiro single de "Evoluzione della specie" no site oficial da cantora , pois a minha opinião do clipe é muito pessoal.
Antes de tudo, minha opinião sobre a Dolcenera: adoro-a! Simples assim. Continua sendo a minha cantora preferida, mesmo que os últimos trabalhos dela não tenham me agradado tanto quanto os anteriores. Gosto da Dolcenera que faz sentir arrepios em interpretações como as de Com'è straordinaria la vita e Sei bellissima, essa mais recente me parece feita para agradar os mais conservadores. Alguns achavam a cantora, antes da "mudança", forçada e artificial. Eu vejo artificialidade apenas na recente. Mas como já adiantei desde o começo, trata-se de uma opinião altamente pessoal.
Esperava esse novo disco da Dolcenera com doses iguais de ansiedade e preocupação. O álbum em si só será lançado no dia 17 de maio, mas o single Il sole di domenica junto com o seu clipe, fizeram a balança pender mais para o lado da preocupação. Il sole di domenica busca ser muito correto e atual, esqueça as letras lindas como Com'è straordinaria la vita, Mai più noi due ou Piove. Também nada de clipes intensos como Continua e Com'è straordinaria la vita.
O clipe de Il sole di domenica foi gravado em Barcelona e mostra uma Dolcenera mais linda do que nunca. Aliás, no clipe a cantora aparece com vários visuais: esportista, vestido vermelho, jaqueta desfiada, visual "nerd", ou mesmo country (com direito a bandeira estunidense ao fundo). Aí é que está, precisa tudo isso? Aliás, não para por aí, há também uma "defesa da diferença" com direito a pessoas com visual punk colorido. Tem também crítica a busca da magreza vendida em revistas e outdoors. Não me entendam mal, acho sim que as diferenças devem ser respeitadas, mas e quando o discurso deixa de ser verdadeiro e passa a ser apenas "correto"? E o pior, quando Dolcenera deixou de ser uma cantora intensa para ser apenas correta? Espero sinceramente que Evoluzione della specie me surpreenda. Positivamente.

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Nek: È con te

É incrível como a qualidade dos clipes do Nek oscila tanto. Uns são belíssimos, como  L'anno zero e Se non ami, outros considero um tanto equivocados como La voglia che non vorrei.  Felizmente, o atual clipe, que acabou de ser lançado, È con te, é um dos mais belos da carreira sua carreira. E não se esperava outra coisa, pois como já comentamos aqui, aqui e aqui, a música é dedicada a primogênita do cantor, Beatrice Maria. Aliás, quem é que faz uma pontinha no final do clipe do papai? A própria!
Fico muito feliz com o resultado de È con te, um clipe simples que passa toda a sinceridade e beleza da música. São em trabalhos assim que Nek mostra o porquê de ser um dos grandes na Itália.

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Piccoline #38

Nek: Como era de se esperar, visto que apenas três músicas do último trabalho do cantor de Sassuolo eram inéditas, o terceiro single de "E da qui - Greatest Hits 1992-2010" é È con te, música dedicada à primogênita do cantor, Beatrice Maria Neviani.

Raf: Já está tocando nas rádios Un'emozione inaspettata, single que antecipa "Numeri", próximo álbum do cantor. O lançamento do disco está previsto para o dia 10 de maio. Lembramos que o último álbum publicado pelo cantor foi "Metamorfosi", há cerca de três anos.

Walter Fontana: O cantor agora é ex-vocalista do grupo Lost. Walter deixou a banda para seguir carreira solo. Seu primeiro álbum está previsto para ser lançado no final deste ano.

Zero Assoluto: Conforme já tinhamos adiantado aqui, a talentosa dupla lançará um novo álbum no mês de maio. O single que precede a publicação do disco é Questa estate strana, lançado no dia 22 desse mês.

terça-feira, 26 de abril de 2011

Buon compleanno: Giorgia

Giorgia (Roma, 26 de abril de 1971) é uma das maiores cantoras italianas da atualidade. Por esse mesmo motivo, falamos bastante dela e da sua potente voz aqui no blog. Logo, o leitor já deve conhecê-la. Caso ainda não, pode ler a os posts com biografia da cantora  e a resenha do seu último álbum lançado "Spirito libero - Viaggi di voce 1992-2008" (2008). Giorgia é cantora, compositora, produtora, ambientalista e embaixadora da Unicef. A cantora, que foi uma das madrinhas do evento beneficiente Amiche per l'Abruzzo, completa hoje 40 anos, e quase 20 de carreira. Esperamos ansiosamente o próximo disco dela, enquanto isso compartilhamos o clipe da música Marzo, dedicada ao ex-namorado da cantora Alex Baroni, espetacular cantor falecido no ano de 2002.

domingo, 24 de abril de 2011

Emma: Io son per te l'amore

Io son per te l'amore é atual clipe de Emma, ex-participante e vencedora do programa televisivo italiano Amici. Como tem sido comum no cenário musical italiano, a faixa está presente na "segunda edição" do álbum "A me piace così", lançado após a participação da cantora com a banda Modà no Sanremo deste ano. Falando em Modà, foi Kekko, o vocalista da banda quem compôs o atual single da cantora. Sobre a música, eu gostei, mas não amei. Infelizmente, os trabalhos atuais da Emma não tem, para mim, o mesmo impacto que o trabalho inicial, Oltre (2010), especialmente as músicas Calore e Davvero. No clipe, vemos Emma caminhando e tocando guitarra pelas ruas de Nova Iorque. Sempre me pergunto porque essa mania de gravar clipes lá, se há tantos lugares tão bonitos na Itália. Coisa de cantor italiano...
Segue o clipe!

terça-feira, 19 de abril de 2011

Piccoline #37

Matteo Amantia: Foi lançado no dia 5 desse mês o primeiro álbum como solista de Matteo Amantia, ex-vocalista da banda Sugarfree. O disco leva o nome do cantor e tem como atual single Avido.

Matteo Becucci: No dia 3 de maio será lançado o novo álbum do vencedor da edição de 2009 do X-Factor italiano. O primeiro single retirado do álbum trata-se de La cucina giapponese.

Negramaro feat. Elisa: A mais nova música selecionada de "Casa69" para ser single trata-se de Basta così, dueto com a cantora italiana Elisa e está tocando nas rádios italianas desde do dia 15 abril. Destaca-se que o primeiro dueto entre a banda e cantora foi Ti vorrei sollevare, integrante do álbum "Heart"(2009), de Elisa,  cuja resenha você pode ler aqui.

domingo, 17 de abril de 2011

Buon compleanno: Giusy Ferreri

Pode-se dizer que Giusy Ferreri (Palermo, 17 de abril de 1979) junto com Marco Mengoni e Noemi são as principais revelações do X-Factor ao longo das suas, até então, quatro edições. Giusy, que no início de sua carreira era muito comparada com Amy Winehouse, agora passa cada vez mais a imprimir o seu próprio estilo nos seus trabalhos, fazendo com que as semelhanças sejam cada vez menores.
Já falamos várias vezes da cantora de Palermo aqui no blog, seja para elogiar como a Bru fez na resenha do seu álbum "Gaetana" ou, ao contrário, para comentar o fraco trabalho "Fotografie". Desde 2008, Giusy lançou três álbuns e um EP. O último álbum lançado pela cantora foi "Il mio universo", que contém Il mare immenso, música defendida na 61ª edição do Festival di Sanremo. E é o clipe de Il mare immenso, que compartilhamos para quem ainda não conhece quanto para os já admiradores da particular voz de Giusy.